Mostra sobre Cinema de Animação entra em cartaz no Cinusp

Filmes de Diferentes Países e Faixas Etárias

curta anima Foi-se o tempo em que animações eram direcionadas apenas a crianças. O gênero cinematográfico ganhou espaço, corpo, roupagem e conseguiu se emancipar a ponto de não se prender apenas a temáticas infantis. Entre os dias 19 e julho e 11 de agosto, o Cinusp – com suas salas na Cidade Universitária e no Centro Universitário Maria Antônia – exibe gratuitamente uma série de filmes produzidos em diversos países e, consequentemente, contextos.

Veja mais detalhes sobre alguns destaques da mostra:

  • Valente

Datas: 21/7  e 3/8 (Maria Antônia) e 5/8 (Cidade Universitária)
Horários: 18h, 20h e 16h, respectivamente
Diretores: Mark Andrews e Brenda Chapman
Informações técnicas: EUA, 2012, cor, digital, 93’. Classificação – Livre.
Sinopse: A jovem princesa da Escócia é uma habilidosa arqueira determinada a trilhar seu próprio destino. Ao desafiar um costume ancestral sagrado, suas ações levam o reino a ser tomado pelo caos e fúria dos poderosos senhores de terra. Ao procurar a ajuda de uma bruxa, ela recebe uma maldição que a forçará a apoiar-se na sua coragem e nas suas habilidades para desfazer a praga antes que seja tarde demais. Premiado com o Oscar de Melhor Longa-metragem de Animação este ano, o filme tornou Brenda Chapman a primeira mulher a receber um prêmio nessa categoria. 

  • Evangelion 3.0 

Datas: 21 e 27/7 (Maria Antônia) e 31/7 (Cidade Universitária)
Horários: 20h, 18h e 19h, respectivamente
Diretores: Hideaki Anno, Mahiro Maeda, Masayuki e Kazuya Tsurumaki
Informações técnicas: Japão, 2012, cor, digital, 96’. Classificação – 14 anos.
Sinopse: Em um mundo pós-apocalíptico, uma organização paramilitar de humanos utiliza robôs gigantes chamados de Unidades Evangelion para combater seres monstruosos e evitar o Terceiro Impacto, que levaria à destruição da humanidade. Neste terceiro filme baseado na popular série de mangás, 14 anos se passaram desde os eventos do filme anterior, no qual os humanos não conseguiram evitar uma catástrofe que devastou o mundo. Ainda sem lançamento oficial no Brasil, o filme tornou-se o longa-metragem de maior arrecadação em bilheteria em 2012 no Japão, superando os dois primeiros episódios da série. 

  • O Mágico

 Datas: 23 e 29/7 (Cidade Universitária) e 3/8 (Maria Antônia)
Horários: 16h, 19h e 18h respectivamente
Diretor: Sylvain Chomet
Informações técnicas: França/Reino Unido, 2010, cor, 35mm, 80’. Classificação – 12 anos.
Sinopse: No final dos anos 1950, um mágico em decadência sofre com a concorrência da modernidade da época e a explosão do rock and roll. Obrigado a fazer constantes viagens em busca de público para manter-se, ele encontra uma jovem que decide acompanhá-lo, mudando as perspectivas de suas buscas. Do mesmo diretor do premiado As Bicicletas de Belleville, o filme tem seu argumento inspirado em roteiro inédito escrito pelo cineasta Jacques Tati, homenageado no sobrenome, na aparência e nos trejeitos do protagonista. Elogiado por sua técnica pautada exclusivamente em traços manuais, o filme recebeu numerosas nomeações em festivais, conquistando em 2011 o César na categoria de Melhor Filme de Animação 

  • Uma História de Amor e Fúria 

Datas: 1 e 9/8 (primeiro dia com sessão de debate)
Horários: 19h e 16h, respectivamente
Diretor: Luiz Bolognesi
Informações técnicas: Brasil, 2003, cor, 35mm, 98’. Classificação – 12 anos.
Sinopse: Um guerreiro nativo imortal acompanha a história do Brasil ao longo de 600 anos, enquanto procura a ressurreição de sua amada. Durante esse tempo, ele enfrenta as batalhas entre tupinambás e tupiniquins antes dos portugueses chegarem ao país, passa pela Balaiada e pelo movimento de resistência contra a ditadura militar, antes de enfrentar a guerra pela água em 2096. Com traços e linguagem de HQ, utilizando a técnica clássica de animação de lápis sobre papel, o filme é o primeiro longa-metragem do diretor Luiz Bolognesi e traz os atores Selton Mello, Camila Pitanga e Rodrigo Santoro dublando os personagens. Trata-se também da primeira animação brasileira a concorrer no Festival de Annecy, principal premiação do cinema de animação no mundo, onde recebeu o prêmio de Melhor Longa-metragem deste ano

 Para maiores informações, clique aqui

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s