O Voto dos Jovens nas Eleições

Votos dos jovens brasileiros terão impacto sobre a eleição 2012

As eleições municipais estão chegando e segundo dados do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os votos dos jovens brasileiros terão impacto sobre a eleição 2012. A Porcentagem de jovens aptos a votarem é de cerca de 42% da população brasileira. E em algumas capitais importantes esse número pode chegar até 54%. Significando, assim, que o resultado da eleição 2012 poderá ser decidido pelos jovens. O Brasil tem a particularidade de que a pessoa começa a ser considerada cidadã a partir do momento em que efetua a sua inscrição eleitoral. Usufruir o direito de votar é uma forma do jovem exercer a cidadania e mostrar sua opinião sobre o futuro que deseja para o seu país.

Numa democracia, às eleições é de fundamental importância, além de representar um ato de cidadania. Possibilitam a escolha de representantes e governantes que fazem e executam leis que interferem diretamente em nossas vidas. Escolher um péssimo governante pode representar uma queda na qualidade de vida. Sem contar que são os políticos os gerenciadores dos impostos que nós pagamos. Desta forma, precisamos dar mais valor a política e acompanharmos com atenção e critério tudo que ocorre em nossa cidade, estado e país. O voto deve ser valorizado e ocorrer de forma consciente.

Como Votar conscientemente?

O candidato tem currículo
Os candidatos são como as pessoas que procuram uma vaga para um trabalho: precisam de currículo e precisam mostrar do que são capazes. Quem decide é você. Analise o “currículo” do candidato: veja as realizações dele, procure saber do que ele fez. Não deixe simplesmente se levar pelas propagandas políticas: todos os políticos falam que querem um mundo maravilhoso, com mais segurança, com mais saúde, com mais empregos e querem ver todos felizes para sempre. Afinal, quem não quer? Essa é uma questão óbvia. Portanto, ao invés de ficar se iludindo com as propostas bonitas, veja o que eles já fizeram pela gente, veja o “currículo” e conclua se o cara é bom, se ele é experiente ou não. 

 Não se iluda pela cara
Não é porque o cara é famoso (é cantor, ator, apresentador, seja lá o que for) que você tem que votar nele. Não é porque ele tem um nome engraçado, se veste legal, é bonito, é feio que dói, é jovem ou é centenário que você tem que votar nele. Veja o que ele fez pela gente.

Assista aos debates
É comum os candidatos se debaterem na televisão. Essa é uma oportunidade de você avaliar seu candidato:é uma entrevista de emprego, no qual o patrão é você. Veja o comportamento dele perante os outros candidatos, ouça as propostas dele e veja se tem algum fundamento. Veja se ele tem segurança no que fala ou não, veja se ele é agressivo com os outros e perde logo o controle ou não. E, sobretudo, observe se ele usa o “embromation”: observe se ele responde as perguntas com argumentos consistentes ou fica dando voltas e não responde nada dando a impressão de que respondeu.

Promessas…
Praticamente, todo candidato promete ou propõe alguma coisa. Objetivo claro ele tem que ter. Não se iluda pelos fatores subjetivos: promessas vagas como “melhorar isso, melhorar aquilo, fazer você mais feliz, buscar uma sociedade mais justa, acabar com a miséria, acabar com a desigualdade” são exemplos típicos de propostas sem fundamentos. Toda a proposta é aplicada a uma área (saúde, educação, infra-estrutura), tem objetivo (um por que daquilo) e tem respaldo (da onde vai sair o dinheiro e etc). A proposta deve estar de acordo com as necessidades reais. Não se ilude por propostas vagas, não ilude pelo falso discurso, pelas palavras bonitas. Ouça e saiba do que eles estão falando.

Mas as pesquisas…
Antes das eleições, sempre há aquelas pesquisas de opinião que situam a preferência dos candidatos. “Ah! Não vou votar no Ciclano. Vou votar no Fulaninho porque ele vai ganhar pelas pesquisas”. NUNCA faça isso! Imagine se todos os indecisos pensem assim! Ou se todos que não queiram votar pensassem assim! Não se iluda pelas pesquisas, não vote no que supostamente a maioria quer: não jogue seu voto no lixo. Não abra mão de seu candidato por outro por causa das pesquisas.

Votei… E agora?

Depois que você votar, não largue de mão seu candidato. Procure saber o que ele está fazendo, procure saber se ele vai fazer realmente o que havia proposto. Cedo ou tarde, você terá a opção de votar nele de novo.
Seu voto é muito importante. Se você pensa assim, então você não será enganado…

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s